domingo, 30 de maio de 2010

A não esquecer...

Uma brilhante contadora de histórias!

Minha doce Mariana, o teu trabalho final ficará gravado na minha memória! Conseguiste realmente ser "a avózinha" e toda a turma se ligou a ti e ouviu falar das desgraças de uma avó que conseguiu sair da barriga do lobo, graças ao caçador jeitoso...de bigode:))))

sexta-feira, 28 de maio de 2010

O meu grande poeta!

Era uma vez um homem,
Que toda a sua vida tinha sonhado
Que iria ser inventor,
Mas nunca nada tinha inventado.

Pediu ajuda a um amigo,
Mas apenas o deixou mais desolado.
Disse que para inventar
Tinha de ser amado.

Muito entristecido,
Foi para o jardim descansar.
Mas o Sol brilhava de tal forma,
Que o fazia acordar.

Decidiu então,
As suas flores espreitar.
Tinham tal beleza,
Que o faziam falar.

“Esta flor tão branca,
Toda a gente ma quer.
Ela também não me deseja,
Por isso chamo-lhe malmequer.”

“Esta flor tão vermelha,
Toda a gente me diz que é cheirosa.
Os seus espinhos fazem-me sangrar,
Mas eu chamo-lhe rosa.”

“Esta flor tão azulada,
Encanta o meu recinto.
Como ninguém ma elogia,
Dou-lhe o nome de jacinto.”

“Esta flor tão amarelada,
Dizem que não tem juízo.
Talvez por estar tão alta,
E por tal chamo-lhe narciso.”

Pasmados com tais nomes,
Tão belos e graciosos.
Disseram os vizinhos,
Que estavam muito invejosos.

“Nunca vi tal beleza,
Nos nomes das suas flores.
Parece-me um inventor,
Que vai ter muitos amores.”

A princesa com ele se casou,
Pois sempre o admirou.
A rainha aceitou,
Pois o inventor a sua filha amou.

André Ferreira, de quem me orgulharei sempre...
Para a Sofia, uma antiga aluna, que nunca esquecerei e, pelos vistos continua a ser leitora do Blog( deixa comentários, querida, eu e o André ficaríamos felizes)

O Livro Negro das Cores | Menena Cottin e Rosana Faría from Bruaá Editora on Vimeo.

terça-feira, 25 de maio de 2010

DESCULPE!!!

Olá "stôra"
Daqui o pessoal
Queriamos pedir DESCULA
Andamo-nos a portar mal.

Queria que precebesse
Que fazemos sem querer
Não é uma opção
É a nova maneira de ser.

Aqui escreve uma aluna
No pensamento estão 25
Desculpe mesmo a sério
Não eu não minto

"Stôres" no colectivo
Só para acabar
Um DESCULPE e um não volto a fazer
Temos de lhes dar...
Prof. Isabel nós ADORAMO-LA!!!
DESCULPE
D.T. DESCULPE... Mesmo a sério...

Apresentação de trabalhos...







O André e a Margarida encarnaram o papel :"Agostinha e Agostinho", para retratar a sociedade e a crise actual, com muita criatividade e empenho. Foi um momento de boa-disposição, mostrando a realidade do País, de uma forma cómica.
Já a Cláudia e a Margarida Ramos optaram por recontar a história de Hansel e Gretel à sua maneira, alterando a versão original, de forma muito original, construindo como suporte da mesma, esta linda Casinha de Gomas.
A Andreia e a Rita Carmo preferiram falar da diversidade cultural, apresentando um PowerPoint de muita qualidade sobre os Estados Unidos. Um trabalho muito completo e interessante, que prendeu a atenção dos colegas.
Por último, o Martim apresentou um trabalho escrito sobre Setúbal, com muitos pormenores, a nível cultural e não só, sobre esta linda cidade.
Parabéns, 6ºE.

quarta-feira, 19 de maio de 2010

PARABÉNS RITINHA *-*

Hoje, no dia 19 de Maio de 2010, comemoramos o 12º aniversário da nossa malucaaa, Rita Bernardo. Ela cresce e encanta-nos cada dia mais. Muitos Parabéns Ritinha.

Histórias Tradicionais...

segunda-feira, 17 de maio de 2010

Parabéns Sara e Diogo !

Hoje, dia 17 de Maio de 2010, celebramos o 12º aniversário destes dois amigos e óptimos colegas de turma . Que vocês tenham tudo de bom e obrigada por tornarem mais preenchida e divertida a turma do 6º E . PARABÉÉÉÉÉÉÉÉÉÉÉÉNS !

domingo, 16 de maio de 2010

Quem quer casar com o João Ratão?

Andava o João Ratão
a aspirar a casinha
quando pelo tubo dentro
se enfiou uma notinha.

Foi grande a trabalheira
mas dentro do saco achou
uma nota de 50 euros
que logo a gastar começou.

É que o João Ratão
estava farto de limpar
e queria uma esposa
para a pôr a trabalhar!

Comprou uma roupa bonita
gravata mesmo à maneira
pôs na Net aviso com foto
a procurar companheira.

“Rato esperto e bem parecido
com casinha arejada
precisa de moça à antiga
para sua namorada.
Deseja ver referências
e uma fotografia...
Nome completo e idade
também agradecia.
Depois de avaliação
entrevista e olhar
será escolhida a noiva
que levará ao altar”.

O seu correio electrónico
estava sempre carregado
pretendentes às dezenas
deixaram-no baralhado.
Primeiro foi uma gata
parecia a noiva acertada
mas miava muito alto
e arranhava a almofada.

Olhou para o João Ratão
com um olhinho guloso
“Caldeirada de ratinho
é um pitéu saboroso!”

Depois do susto com a gata
apareceu uma galinha
que em vez de limpar sujava
a sua bela casinha
Cacarará Caracá
Sempre a cacarejar
o Ratão já estava farto
não a podia aturar!

Surgiu então uma porca
gordinha e anafada...
Comia tudo o que via
o João ficava sem nada!
Roncava sempre tão alto
que a voz do Ratão não se ouvia
Uma dona de casa assim
não era aquela que queria.

Então veio uma andorinha
que voava sem parar
nem para levar um beijinho
se deixava agarrar.

O piar até era meigo
mas não lhe entregou seu amor...
Era incapaz de empurrar
o enorme aspirador!
Foi então que sem esperar
(já estava desanimado)
apareceu uma candidata
que o deixou entusiasmado.

Era a doce carochinha
com seu suave cri cri
“Não nos conhecemos antes?”
perguntou ao vê-la ali.
“Tenho estranha sensação
estarei a sonhar acordado?
Diz-me o meu coração
que a vi em qualquer lado!”
Mas a carocha negou
com a maior delicadeza...
Os seus modos, os seus gestos
eram os de uma princesa.
Moça muito prendada
como uma fada do lar
a casa deixava arrumada
quando o ia visitar.
O namoro foi muito breve
João Ratão apaixonado
já só sonhava em estar
com a Carocha casado.
O grande dia chegou
e a boda foi especial.
Dizia quem assistiu
que nunca vira outra igual.
Depois da lua de mel
a casa os dois regressaram
e foi então, de repente,
que todas as coisas mudaram!
É que a Carochinha cantava
num grupo rock popular
por isso o João se lembrava
de a ver em algum lugar!
De qualidade era o grupo
com sucesso de invejar
muitos discos de platina
sempre em primeiro lugar!
Tinha tirado umas férias
para poder descansar
quando encontrou seu amor
e com ele quis casar.
Claro que com este emprego
e a vida tão agitada
nem sempre era possível
ter a casa arrumada.
Por isso muitas vezes
era o João Ratão
que fazia belas sopas
na panela de pressão.
Arrumava os armários
aspirava e cozia
fazia compras no hiper
lavava e estendia.

E nesta história ninguém
morre no caldeirão...
Viveram felizes para sempre
Carochinha e João Ratão.


Teresa Martinho Marques

Escrita criativa!


Já no ano anterior, fiz esta experiência, a partir de um desafio deixado no Blog da minha melhor amiga: http://viveraescrever.blogspot.com/
Como deu resultados fantásticos, vou realizar a actividade com os meus alunos deste ano.
Como será que as girafas ficaram assim? Escrevam os vossos textos e surpreendam-me.

Escrita a partir de letras!




terça-feira, 11 de maio de 2010

O Carinho!


Ser carinhoso é...


Ser carinhoso é ... dar algo sentimentalmente precioso a alguém.Algo a que chamamos carinho.Acredita que é importante dar.Dar em qualquer hora,em qualquer lugar,porque nunca é tarde,nem cedo,o que interessa é dar.Porque nunca é demais,porque é,sem dúvida,mais precioso do que algum dia possas imaginar,por todas as razões e mais algumas,dá e espera receber,mas nunca esperes para dar.


Rita Sofia 6ºE

sexta-feira, 7 de maio de 2010

Parabéns, Joana!


Minha querida Joana:
parabéns pelo teu aniversário! Que todos os bons momentos se repitam e que sejas sempre feliz!
Tive sorte de te conhecer, porque és especial e linda, por dentro e por fora...Neste dia, queria ser estrela-cadente, ou génio da lâmpada, para realizar os teus sonhos, mas também sei o que respondeste ao Génio há pouco tempo...por isso, não mudes nunca e que vivas sempre rodeada de amigos e de felicidade.
ADORO-TE! BEIJINHOS